Viajantes que inspiram

Willy Barros – Viajante que Inspira!

“Um país, por menor que seja, ainda é grande. Quer conhecer de verdade um lugar? Desliga a televisão e viaje até lá”. Por essas e outras reflexões, Willy Barros é um viajante inspirador e cheio de histórias incríveis para compartilhar.

O Willy é daqueles viajantes que a gente admira a coragem, quer fazer amizade e fica de olho em todas as suas viagens. O perfil dele no Instagram é muito legal, olha lá: @eimaetovivo.

Esse baiano cheio de histórias deliciosas para contar, é mochileiro profissional, já percorreu vários lugares e desde Janeiro desse ano está focado em uma volta ao mundo. Vai viajar até quando? “Não sei, deixa a vida responder. Até hoje ela tem sido mais sábia do que eu” responde.

Com 17 anos, Willy foi morar na África do Sul e de lá pra cá não parou mais. Ele considera suas viagens como um caminho percorrido, já que todas as suas atitudes o levaram para onde está agora. Ele foi para a África para fugir do cursinho, fez seu primeiro mochilão para evitar passar o Reveillón com quem não queria e, de desvios em desvios, no momento da nossa conversa ele estava no Arzebaijão, que aliás, foi o que me motivou a escrever para ele, já que se trata de uma região cheia de estereótipos e eu queria saber o que era verdade no meio disso tudo.

Aí ele me contou que de certa forma, o que a gente ouve falar do Oriente Médio é verdade, porém, é como se fosse uma caricatura criada pelo mundo. Mas tudo ali é muito maior, mais fascinante e vai além de um desenho abstrato.  E a experiência é incrível, principalmente pelas pessoas, que se destacam acima de tudo. Um povo disposto a ajudar, curioso para saber sobre a sua cultura e também para mostrar mais sobre ele mesmo. Conclusão: “um país, por menor que seja, ainda é grande. Quer conhecer de verdade um lugar? Desliga a televisão e viaje até lá”.

Família azeri orando no topo da montanha, Azerbaijão
Família orando no topo da montanha, Arzebaijão

Gente, não me digam que eu sou a única apaixonada aqui por toda essa experiência! Não é tudo incrível?

O Willy me forneceu conteúdo para vários posts – dos perrengues que passou na África do Sul (ele define como um Big Brother que ele sobreviveu) à magia de Salar de Uyuni na Bolívia (lugar que ele recomenda muito) – e o que eu acho mais inspirador é a beleza das transformações que as viagens proporcionam. Toda pessoa que viaja com a mente aberta e curiosa é interessante por tudo o que suas experiências trouxeram para sua vida. Com o Willy não é diferente.

Como a melhor pessoa para falar do Willy é ele mesmo, eu recomendo todo mundo a seguir seu perfil no Instagram @eimaetovivo. Eu vou ficando por aqui com mais um aprendizado compartilhado pelo nosso viajante que inspira: “Eu pratico um conselho que meu pai me deu antes da minha viagem para a África, que fez toda a diferença na minha evolução como pessoa durante e depois do processo: seja pronto para ouvir e tardio para falar. Pronto, é o segredo da boa vizinhança. Em um mundo de egos, opiniões e orgulho, você se posicionar na direção oposta e ser segundo plano parece uma péssima ideia para quem quer ir longe. Bem, estou no Azerbaijão agora. Acho que não é bem assim” 😊

Muito obrigada Willy! Siga viajando por aí e nos encantando por aqui!

Um monte de beijos!

Willy_Barros_miolo

um comentário

  1. Quero muito visitar um país Arabe e na mira sempre esteve Marraquexe. A impressão que tenho é que a experiência seria próxima a visitar outro planeta! Acompanhando o blog vejo que apesar de culturas diferentes no fundo são pessoas (e não 👽)! Valeu Nani por mais esta dica!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: