Ícone do site Logo ali

Praga é logo ali!

O primeiro povoado em Praga data de 1232 e naquela época a cidade já era considerada um importante centro comercial. Em 1918 ela se tornou a capital do novo estado Checoslováquia e de lá pra cá a cidade enfrentou vários perrengues: guerras mundiais, invasão nazista, comunismo… até o rio Moldava transbordou causando um belo estrago na cidade em 2002. Mas nada disso foi capaz de tirar a beleza e o charme de Praga.

Acho tão linda essa capacidade de sacudir a poeira e seguir em frente. Aprendo muito com isso. Esse é um dos motivos que me fazem adorar estudar a história dos lugares que visito. Minha paixão só aumenta.

Tem tanta coisa legal em Praga! Começando pelo castelo que é maravilhoso, um dos maiores do mundo! Vale muito a pena dedicar um dia para visitar o castelo e as ruas ao seu redor.

Outra marca registrada da cidade é o Orloj, o relógio astronômico incrível que você vai ver na vida. Claro que eu, péssima com números, me esforcei mas não consigo entender como esse relógio funciona. O que sei é que de hora em hora rola tipo um desfile dos 12 apóstolos e de imagens que representam os temores da sociedade (ao menos naquela época) – vaidade, avareza, morte e invasão pagã. Super legal de assistir, principalmente se você conseguir uma mesinha em um dos bares que ficam bem na frente do relógio. Pede uma cerveja e uma porção de klobasa (uma linguiça defumada incrível) e fica só esperando dar a hora do show do relógio.

Por falar em cerveja, algumas são mais baratas que água por ali. Gente, é cerveja das boas o dia inteiro! Aliás, Praga lidera o ranking de litro de cerveja per capita em um ano.

Que horas são? 😜

Outra curiosidade é a tradição em artesanato de madeira, destaque para as marionetes. Você vai encontrar vários Pinóquios nas lojinhas e tem teatros de marionetes em vários lugares. Eu gostei de ter assistido uma apresentação. Fofo.

Ah, se você é como eu e ama uma vista panorâmica, o que não faltam em Praga são torres que você pode subir e apreciar a cidade do alto. Inclusive, ela tem o apelidinho de Cidade dos 100 Pináculos. Mas hoje, já são mais de 500. Eu recomendo a torre do relógio e a do castelo (prepara as pernocas, mas fica tranquilo porque vale a pena).

Não bastasse tudo isso, Praga é uma cidade extremamente musical, o que a deixa mais linda e super romântica! Jazz, muito jazz… Em todos os lugares, nas ruas, praças, em clubes tradicionais, como o Reduta, onde o Bill Clinton tocou uma vez, ou em bares underground que vão te surpreender com a qualidade musical das bandas que por ali se apresentam. É incrível!

E para finalizar esse post, não posso deixar de mencionar meu lugar favorito na cidade: a Ponte Carlo. Ela em 500m de extensão e eu acho que gastei mais de 2 horas para atravessar essa ponte que liga a Praça do Relógio com a cidade velha onde fica o Castelo. A ponte tem umas 30 estatuas, que representam padroeiros e santos, garante uma vista linda do rio Moldava e conta com vários artistas de rua: pintores, músicos, artesãos, etc. Quase um pecado ir para Praga e não cruzar a Ponte Carlo.

Ela é muvucada, mas cheia de charme!

Me empolguei, né? E muita informação, muita beleza e tanta história que dá vontade de escrever sem parar sobre essa cidade maravilhosa!

Agora sua vez: já foi para Praga? Compartilha com a gente sua opinião!

Um monte de beijos 😊

Sair da versão mobile